BENVINDOS AO MEU BLOG

Espero que gostem do meu blog, minha intenção é expor os meus pensamentos e sentimentos a todos aqueles que
tiverem vontade de ver e compartilhar um pouquinho de mim...

Fiquem a vontade para postar qualquer comentário..é bom saber a opinião de vocês.

sábado, 31 de dezembro de 2011

O ANO TERMINA


Mais um ano chega ao fim como chegam ao fim muitas ilusões que criamos ao desenrolar do tempo.
Tudo volta ao inicio, dando caminho a uma nova historia com novas metas e prioridades.

É bom começar tudo desde o principio, pegar uma agenda novinha e ver o quanto temos de novo pela frente, quantas paginas em branco para completar, escrever uma nova historia que a priori é sempre feita com cuidado, com a letra bem bonitinha e depois vai se tornando mais comum e às vezes um pouco grosseira e sem tanta meiguice assim...

O renovar é uma coisa importante, é pôr um fim para poder reiniciar tudo de novo. Como a escuridão da noite que dá lugar ao nascer do sol a cada dia, nos convidando a uma nova oportunidade de nos redimir.

No final do ano fazemos emotivas retrospectivas saudando tudo àquilo que passou, salvando e louvando os nossos deuses, pedindo proteção e boas colheitas.

Colho aqui os frutos que plantei, desta vez minha humilde safra não foi capaz de nutrir meu delgado ego, mas não obstante esta colheita foi suficiente para manter me vivo e seguir a longa caminhada, sempre a diante.

Um novo ciclo se fecha, o novo ano se aproxima com boas novas e a esperança de que a vitoria seja doce ao final.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

10 ANOS SEM CASSIA ELLER




Cássia Rejane Eller (Rio de Janeiro, 10 de dezembro de 1962 — Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2001)


Teve uma trajetória musical bastante importante, embora curta, com algo em torno de dez álbuns próprios gravados no decorrer de doze anos de carreira. De fato, somente em 1989 sua carreira decolou. Ajudada por um tio seu, gravou uma fita demo com a canção "Por enquanto", de Renato Russo. Este mesmo tio levou a fita à PolyGram, o que resultou na contratação de Cássia pela gravadora. Sua primeira participação em disco foi em 1990, no LP de Wagner Tiso intitulado "Baobab".

Cássia Eller sempre teve uma presença de palco bastante intensa, assumia a preferência por álbuns gravados ao vivo e ela era convidada constantemente para participações especiais e interpretações sob encomenda, singulares, personalizadas.

Outra característica importante é o fato de ela ter assumido uma postura de intérprete declarada, tendo composto apenas três das canções que gravou: "Lullaby" (parceria com Márcio Faraco) em seu primeiro disco, Cássia Eller, de 1990; "Eles" (dela com Luiz Pinheiro e Tavinho Fialho) e "O Marginal" (dela com Hermelino Neder, Luiz Pinheiro e Zé Marcos), no segundo disco, O Marginal (1992).


Cássia Eller faleceu em 29 de dezembro de 2001, aos 39 anos, no auge de sua carreira, em razão de um infarto do miocárdio repentino. Foi levantada a hipótese de overdose de drogas, já que ela era usuária de cocaína. A suspeita foi considerada inicialmente como causa da morte, porém foi descartada pelos laudos periciais do Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro após autópsia.
Encontra-se sepultada no Cemitério de São João Batista no Rio de Janeiro.

Dedico a vocês esta canção, acho a letra muito interessante e verdadeira...




Nós
Cássia Eller
Eu... sei que me disseram por aí
E foi pessoa séria quem falou
Você tava mais querendo era me ver passar por aí
Eu... sei que você disse por aí
Que não tava muito bem seu novo amor
Você tava mais querendo era me ver passar por aí
Pois é...
Esse samba é pra você, ó, meu amor
Esse samba é pra você
Que me fez sorrir, que me fez chorar
Que me fez sonhar, que me fez feliz
Que me fez amar
Eu... sei que me disseram por aí
E foi pessoa séria quem falou
Você tava mais querendo era me ouvir cantar por aí
Eu... sei que você disse por aí
Que não tava muito bem seu novo amor
Você tava mais querendo era me ver passar por ai
Pois, é...
Esse samba é pra você, ó meu amor
Esse samba é pra você
Que me fez sorrir, que me fez chorar
Que me fez sonhar, que me fez feliz
Que me fez amar
Pois é...
Esse samba é pra você, ó meu amor
Essa samba é pra você
Pra você sorrir, pra você chorar
Pra você sonhar, pra você feliz
Pra você amar!

SERENATA DE AMOR

Depois de me deliciar com um bombom Serenata de Amor eu encontrei uma tirinha com dois dizeres relacionados ao amor...

"Tudo o que eu faço é pensando em você.
Portanto se eu fizer alguma coisa errada, foi você quem me distraiu..."

"Eu penso em você quase o tempo todo.
Quase, porque quando estou com você, não penso em mais nada..."

Bonitinho.... Gostei


sábado, 24 de dezembro de 2011

PRIMEIRO ANO



Hoje meu blog esta fazendo aniversário... Seu primeiro aninho de existência e por casualidade, na hora que iniciei esta postagem já tinham sido 60.000 visitas... Nada mal né!!!



Este ano de blog foi um ano muito estranho, escrevi muitas coisas que quando eu volto a ler, às vezes já não faz tanto sentido assim, mas a vida é assim... sempre dando voltas e a cada pagina virada vem outra que pode ser inesperada. Valeu muito ter este espaço aqui.

Tenho a impressão que neste novo ano este espaço será menos usado por mim pois vou dedicar mais tempo ao Fogolino real e deixar o "virtual" de lado pois o real anda necessitando de mais atenção.

Foi uma maravilhosa sensação passar por aqui sempre que tinha necessidade. Às vezes eram postagens quase que imediatas, lançando parte da minha vivencia para que todos soubessem...
Conheci gente nova através deste espaço e vi que tem muita gente com sentimentos maravilhosos e que sabem, muito melhor que eu, expressar-se de uma forma muito bonita.

Tentei expressar neste ultimo ano toda a paixão que vivi, dediquei a você muitos e muitos momentos maravilhosos e também alguns nem tanto assim. Isso foi uma grande válvula de escape para controlar as pressões do dia a dia, das mudanças tão drásticas que andei me submetendo... Foi tudo muito bom...

Me despeço justamente neste primeiro ano de vida, uma vida curta mas intensa... Quem sabe o Fogolino volte, quando estiver com tudo um pouco mais organizado...

Tudo de bom para vocês e que a felicidade seja algo farto na vida de cada um de vocês que estiveram passando por aqui...

Até sempre





sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

AINDA NÃO DÁ

Nossa... pensei que dava...

Os sentimentos voltam à flor da pele e o coração pula tão forte que quer sair do peito.
A garganta dá um nó e os olhos parecem se afogar nas lagrimas que tento conter...

Ainda não dá não


Nossa vida é definida pelo MEDO ou pelo AMOR!

Adorei este vídeo...


AME =)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

TENTE DIZER AQUILO QUE VOCÊ PENSA...

Adorei este Vídeo... É bem isso mesmo né. A gente da voltas e voltas e não conseguimos realmente nos expressar como deveríamos...


FELIZ NATAL

Desejo um Feliz Natal a todos aqueles que passarem por aqui.
Muita Paz nos coração...
E que as dificuldades do dia a dia se transformem em boas lições para que construamos dias melhores.


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A CANÇÃO QUE ESCREVERIA PRA VOCÊ

Eu sou muito fã do Guilherme Arantes, sempre tive uma queda por suas canções e hoje me deparei outra vez com esta música maravilhosa chamada "Um Dia Um Adeus"... Me transportei... A leveza das palavras e a magnitude dos sentimentos são incomparáveis, aliás são exatamente as palavras que falaria para ti a qualquer momento...



UM DIA, UM ADEUS
 Guilherme Arantes


Só você prá dar
A minha vida direção
O tom, a cor
Me fez voltar a ver a luz
Estrela no deserto a me guiar
Farol no mar, da incerteza...

Um dia um adeus
E eu indo embora
Quanta loucura
Por tão pouca aventura...

Agora entendo
Que andei perdido
O que é que eu faço
Prá você me perdoar...

Ah! que bom seria
Se eu pudesse te abraçar
Beijar, sentir
Como a primeira vez
Te dar o carinho
Que você merece ter
E eu sei te amar
Como ninguém mais...

Ninguém mais
Como ninguém
Jamais te amou
Ninguém jamais te amou
Te amou...

Ninguém mais
Como ninguém
Jamais te amou
Ninguém jamais te amou
Como eu, como eu...

GOSTOSO DEMAIS




GOSTOSO DEMAIS
MARIA BETHANIA

Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso
Do teu abraço gostoso
De passear no teu céu

É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dá prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz

Pensamento viaja
E vai buscar meu bem-querer
Não posso ser feliz, assim
Tem dó de mim
O que é que eu posso fazer

sábado, 17 de dezembro de 2011

DIFICIL



Pode ser que não seja árduo para ti ou que isso seja o melhor para os dois, mas tudo isso esta sendo demasiado difícil...
Necessito carinho e apoio.
Aquela pessoa que acreditava ser um gigante e capaz de tudo carece agora mesmo de razão para estar por aqui.
Custoso é saber que dia após dia tenho que viver sem você...

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

VENTOS DE MAIO

Deixo aqui esta maravilhosa canção de Lô Borges interpretada por Elis Regina.
Espero que desfrutem... "Rainha de Maio, valeu a viagem..."



Vento de Maio


Vento de raio
Rainha de maio
Estrela cadente

Chegou de repente
O fim da viagem
Agora já não dá mais
Pra voltar atrás

Rainha de maio
Valeu o teu pique
Apenas para chover
No meu pique-nique

Assim meu sapato
Coberto de barro
Apenas pra não parar
Nem voltar atrás

Rainha de maio
Valeu a viagem
Agora já não dá mais...

Nisso eu escuto no rádio do carro a nossa canção
(Vento solar e estrelas do mar)
Sol girassol e meus olhos ardendo de tanto cigarro
E quase que eu me esqueci que o tempo não pára nem vai esperar

Vento de maio
Rainha dos raios de sol
Vá no teu pique
Estrela cadente até nunca mais
Não te maltrates
Nem tentes voltar o que não tem mais vez

Nem lembro teu nome nem sei
Estrela qualquer lá no fundo do mar
Vento de maio rainha dos raios de sol

Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu pique-nique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

POLIAMOR

Em uma sociedade onde predominam valores afetivos monogâmicos, algumas pessoas escolhem um arranjo de relacionamentos que está se tornando conhecido como Poliamor.

Será que esta tendencia um dia possa ser a salvação de muitos amores perdidos?...

Vejam este documentario


O QUE REALMENTE QUERO

Sabe o que eu realmente quero?
Quero ser feliz e irradiar esta felicidade á todos.
E pra você também viu.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

QUERIA

Queria ter ódio no coração
pra poder sentir o que sentes.
Queria caminhar de cabeça alta
e como tu negar até o ultimo instante 



terça-feira, 13 de dezembro de 2011

MELHOR ASSIM

É melhor você ter uma mulher engraçada do que linda, que sempre te acompanha nas festas, adora uma cerveja, gosta de futebol, prefere andar de chinelo e vestidinho, ou então calça jeans desbotada e camiseta básica, faz academia quando dá, come carne, é simpática, não liga pra grana, só quer uma vida tranqüila e saudável, é desencanada e adora dar risada.

Do que ter uma mulher perfeitinha, que não curte nada, se veste feito um manequim de vitrine, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a sequência de bíceps e tríceps.

Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas e daí? Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução. Mas ainda não criaram um remédio pra FUTILIDADE.

E não se esqueça...MULHER BONITA DEMAIS E MELANCIA GRANDE, NINGUÉM COME SOZINHO!!!



Texto de Arnaldo Jabor


domingo, 11 de dezembro de 2011

NORTE


O silencio é cruel e necessário quando estamos passando por certas fases das nossas vidas, assim podemos encontrar o nosso norte, o ponto exato de equilíbrio entre a sanidade e loucura.

Desintoxico-me do amor que fez tanto mau, aquele amor todo poderoso que um dia quis mudar o mundo e ser o dono do universo. Comparto comigo mesmo a solidão do meu silencio, faço fórmulas para um mundo perfeito criar, como um alquimista de rua que acredita que um dia possa do nada uma riqueza formar.

Vivo este silencio inoportuno, busco uma maneira de deixar de pensar em ti por um segundo e acabar com esta dor para assim seguir em frente.

Não sei se conseguirei, devo confessar, mas a única coisa que me resta é trilhar o meu destino sem ti, guardando no  peito a incerteza de que um dia tudo isso poderia ter dado certo...


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

SAIA DO MEU CAMINHO


Uma Relíquia
Nothing fits better than that... Words of truth...

SAIA DO MEU CAMINHO por Belchior...

Saia do meu caminho, eu prefiro andar sozinho
Deixem que eu decido a minha vida.
Não preciso que me digam, de que lado nasce o sol
Porque bate lá o meu coração.

Sonho e escrevo em letras grandes de novo
pelos muros do país.
João, o tempo, andou mexendo com a gente sim.
John, eu não esqueço, a felicidade é uma arma quente
Queeeeeente, queeeeeente....

Maravilhoso....

BOAS SENSAÇÕES


Tomar decisões nunca foi uma tarefa de fácil execução. Às vezes isso requer uma grande quantidade de análise e planejamento, devemos colocar na balança o peso de tudo, buscar todo tipo de variáveis e possibilidades e, acima de tudo, temos que levar em conta o que o nosso instinto nos diz.
Ando dando voltas e voltas em tudo, pensando sobre o meu caminho, nas decisões que tomei e as que deixaram de ser tomadas, dos falhos que cometi e suas implicações e cheguei à conclusão que é melhor passar pagina e deixar tudo para trás, afinal não vale a pena viver em um mundo de ilusões.
O corpo fica mais leve sem toda esta pressão, a alma fraca irá se recompondo aos poucos e todos estes fantasmas que me rodeiam irão desaparecer dando lugar a uma nova vida pela frente, cheia de desafios e aberta a tudo de novo que vier.
Sinto-me vivo de novo, como um menino que quer dominar o mundo e que agora mesmo não tem mais nada a perder... 

Acho isso uma boa sensação.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

INFINDÁVEL


Viu
Te adoro menina, de verdade... me sinto abençoado por ter a oportunidade de ter te conhecido, de aguçar as minhas emoções e sentimentos... Em conseguir sentir a força da minha alma e ser humano o suficiente para compreender as minhas fraquezas..
Você é uma luz que mesmo nos dias nublados conseguem iluminar minhas andanças e faz com que meu caminho seja seguro e infindável...
bjs
Sempre

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

ESCOLHAS


A gente nunca espera que certos momentos possam chegar as nossas vidas. Sabemos que ele pode existir e, queira ou não, vamos passar por isso. Tinha fé e a expectativa de que o meu momento não fosse tão temporão desta maneira e que poderia ter sido infinito e imortal.
A perfeição nunca foi o meu melhor aliado; tive quantidades de falhas imensas, até persisti algumas vezes em bater a cabeça contra a parede, mesmo sabendo que isso causaria dor...
Agora vejo que o circulo esta fechando e já não há mais com que lutar, só há um vazio enorme que suga toda a luz e me deixa perdido e desiludido com tudo e principalmente comigo mesmo.

-Melhor assim, vocês poderiam dizer!!!  Há males que vem para o bem... Discordo.

Levo esta carga nas minhas costas, afinal devemos ser conscientes dos nossos atos e aceitar o desejo e a vontade dos outros, neste mundo ninguém pertence a ninguém. Vivemos em uma sociedade onde é bonito cultuar o amor, de amar com fervor àquele que a gente quer de verdade. A alma e o corpo pedem por isso, mas infelizmente o amor só alimenta a alma, o corpo pede muito mais, a sociedade implora por satisfações materiais, do “status” financeiro, do nível social, das tuas possessões e o que você pode fazer com isso.

Privado de tudo isso a gente se torna um ser inconveniente nesta massa imensurável de corações que buscam de um lado ao outro a medicina do amor para serem curados, buscam aquele apoio que facilita que o rumo desejado seja um caminho feliz nesta trajetória inenarrável.
A vida é uma coisa efêmera, nunca desistimos daquilo que não conseguimos deixar de pensar, no entanto quando não a alcançamos começamos a dar voltas e voltas a fim de substituí-las por algo de igual ou melhor valor. Trocam-se os valores com a velocidade da luz e deixa-se de pensar de forma civilizada no intuito de assim ter o pretexto de tudo abandonar e colocar terra por cima e esquecer de que isso existiu.

Meu caminho agora mesmo compreende em uma grande nebulosa, não tenho expectativas de melhora em nada. Meus alicerces estão abalados pelo terremoto que a tua ausência anda causando. Nossos atos não são dignos para que tenhamos confiança e respeito entre nós, são demasiadas peças soltas neste quebra cabeça que tentamos decifrar e que por mais que tentamos não conseguimos ver o retrato final.
Penso em abandonar tudo, de deixar a maré me levar e assim, se um dia tivermos dias de sol e certeza, poderemos nos ver de novo. Meu único medo é que navegando sem rumo podemos chegar a diferentes portos e jamais na vida coincidirmos de novo.

Sem rumo eu te deixo, na esperança que possas encontrar o teu, com celeridade e jubilo para que sejas afortunada nas escolhas que a vida te trás.


quarta-feira, 30 de novembro de 2011

PRECE


Senhor Jesus em teu louvor dedicamos-te esta prece e mais que isso oferecemos-te estas palavras.
Nós nos sabemos faltosos e nos reconhecemos pecadores, nós temos consciência dos nossos erros, nós conhecemos as nossas limitações.
Espíritos carentes e necessitados que somos, abeiramo-nos da tua sabedoria sem nódoa, do teu amor sem limites e te suplicamos ajuda e proteção.
Ajuda-nos o maravilhoso Cirineu a carregar-mos o madeiro de nossas imperfeições, unge-nos as feridas, eterno bom samaritano, na estrada de Jericó da existência terrena, ampara-nos e envia a conduta para que possamos fugir das fascinações que nos atemorizam o caminho. Enfim senhor, clarea-nos as veredas, robustece-nos os ideais, fortalece-nos a fé, ampara-nos a razão para que esta prece se encha de luminosidade e nos engrandeça de amor.
Fica conosco senhor Jesus, hoje amanha e sempre, porque hoje, amanha e sempre precisamos de ti, te suplicamos os teus excelsos favores em nosso beneficio e de todos que nos cercam e permita-nos em teu nome augusto e em nome de tua santa doutrina que sigamos o teu caminho com muita paz e fé.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

UMA HISTORINHA


Vou contar uma historinha que ouvi um dia destes.

Em um remoto país africano, bem distante da moderna civilização habitava uma tribo indígena que adorava comer, entre outros tipos de alimentos um bem especial, uma espécie de manjar dos deuses...
Este manjar era um macaquinho de porte pequeno que vivia em abundancia nesta região. Os indígenas tinham uma forma inusitada de capturar este pobre animal: Uma pequena banana que raramente aparecia naquela região.
Eles pegavam um coco, amarravam em uma árvore, abriam um buraco circular de pequenas dimensões e dentro dele colocavam esta deliciosa e doce banana. O pobre macaquinho sentia o cheiro da deliciosa banana e se dirigia imediatamente para o coco onde metia a sua mão para pegá-la. Na hora de tirar a mão de dentro ela ficava presa, pois sua mãozinha agarrada na banana era maior que o buraquinho...
O pobre macaquinho ficava preso, pois não soltava a banana para nada e assim perdia a sua vida por aquele pequeno troféu...



Às vezes somos assim, nos apegamos a coisas materias, coisas que são tão banais como o caso da historia contada. Deixamos nossas vidas de lado para agarrar com unhas e dentes àquilo que na verdade não tem valor.
E daqui a gente não leva nada... A vida é uma passagem de aprendizado, compreende em buscar a grandeza espiritual e elevar nossas almas à procura da luz.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

UMA PEQUENA PRECE

Coloco aqui uma oração para que todos possam refletir um pouquinho.
Ela me ajudou a encontrar o meu caminho e voltar a ter fé, de estimular-me em deixar de ser aquela ovelha que se esgueirou da manada e voltar a ser o cordeirinho bom que busca o aprisco de Jesus, de onde nos afastamos em virtude dos nossos atos...

Vamos pedir a Jesus que se compadeça das nossas fraquezas e das nossas limitações e por acréscimo de sua misericórdia nos dê aquilo que aqui estamos buscando.
Senhor Jesus, fazer-nos dignos daqueles que espalham a verdade e o amor, acrescenta os tesouros da sabedoria nas almas que se engrandecem no amparo ao semelhante, ajuda aos que se despreocupam de si mesmos, distribuindo em teu nome a esperança e a paz. Ensina-nos a honrar teus discípulos fieis com o carinho e o respeito que lhes devemos. Extirpa do campo das nossas almas a erva daninha da indisciplina e do orgulho para que a simplicidade nos favoreça a renovação.
Glorifica-nos senhor, conduza-nos à fonte com seus lauréis de luz, fica conosco senhor Jesus, hoje amanha e sempre, transmitindo-nos as forças que todos nos carecemos, do valor que todos nós precisamos, da fé que todos nós necessitamos a fim de sermos dignos filhos do pai que esta nos céus, o qual manda a sua chuva sobre os bons e maus e envia o seu sol sobre os justos e injustos. Permita-nos em teu nome augusto e em nome de tua santa doutrina que tenhamos fé e sejamos humildes para compreender a tua palavra. E que assim seja.


O CAMINHO DA FELICIDADE


Ando muito triste, não consigo enxergar o caminho à minha frente, não encontro um ombro amigo que me sustente nestas horas de necessidade.
É como se o eixo que me sustenta estivesse fora de centro, me levando a um giro espiral fora de controle e que todos os meus esforços façam com que a força da gravidade me leve a um giro ainda maior e incontrolável.
É estar dentro de um túnel imenso em que sabemos que no final veremos a luz. Mas por tropeçar em tantas pedras na escuridão nos ferimos de uma forma que ficamos impossibilitamos de caminhar e temos a impressão de que ali pereceremos.
Tenho medo de acabar assim, largado nas sarjetas sujas e misturado com aqueles que nunca valeram à pena, de sentir que a podridão vem de mim e não dos odores putrefatos das cloacas que nos rodeiam.
Preciso ser forte, mas como vou sê-lo se tudo aquilo que eu creio não tem nenhum sentido? Se jamais vou conseguir o perdão e que a imagem que foi feita de mim nunca mudará?
Ando triste, sem rumo. Perambulo por aí sem saber o que fazer.
Só espero que logo eu encontre a luz, e que assim possa descobrir o verdadeiro caminho para a felicidade, caminho que às vezes perdemos a cabeça a fim de encontrá-lo.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

COISA MAL FEITA


Quem, em algum ponto da vida já não fez uma cagada?
Isso acontece em todos os lugares e também com as melhores famílias.
É fácil, basta ter os ingredientes certos e a exata mistura para que tudo vá pelos ares e não deixe nenhum sobrevivente.

Acabei de me unir a esse distinto clube, perdi a cabeça, aliás, como alguém pode perder a cabeça se esta pessoa não existe ou está sempre muito distante ou Invisível?
A verdade é que, quando o meu lado sarcástico e daninho assume as rédeas, a catástrofe está prevista e não há forma de segurar...

Nunca gostei deste meu lado ruim, tento impedir de todas as maneiras que minhas e ações possam comprometer a minha integridade e das pessoas que me rodeiam, mas cheguei à conclusão que, depois de dar muita cabeçada e me sentir inúmeras vezes traído por pessoas e situações, eu deveria ser mais agressivo.

Desde os tempos dos homens das cavernas e até em qualquer sociedade de hoje, seja de seres humanos ou animais irracionais, há uma necessidade de poder e de domínio. Travam-se guerras e fazem-se órfãos para ter o poder em nossas mãos, poder que nubla o pensamento e avermelha os olhos com o sangue que entra em ebulição.
Com minha ira pus a perder algo que tinha de muito valor para mim... Mesmo ferido não deveria haver empregado táticas que, a meu ver eram inteligentes, maliciosas e que transmitiram a mensagem de uma forma firme e certa.

Claro que sempre haverá feridos e aqueles que morrerão pelos outros... As guerras são assim.
Só nos resta curar as feridas e dar graças por havermos sobrevivido.

Meu modo infantil e banal acaba discordando do seu jeito enganador e mendaz.
Este teu jeito que faz com que eu seja uma pequena estrela distante no teu firmamento e que apenas brilha. Se não prestarmos atenção, não conseguiremos notar a sua presença.
E que fiquem sabendo que em toda esta história  “de laranja, nada...”


sábado, 19 de novembro de 2011

A GUERRA DO AMOR


Faz muito tempo que não escrevo neste meu espaço sagrado.
Uns dizem que eu só venho aqui quando estou triste e sofrendo de alguma coisa ou nos momentos de dificuldades buscando um lugar para me consolar.
Outros porem adoram passar por aqui, mesmo que anonimamente entrem e deixem uma mensagem sincera.
A sinceridade é uma coisa bonita e também pode ser perigosa, pode machucar com suas verdades afiadas, atacando impiedosamente e derrubando aquele que não esteja preparado...
A guerra do amor é uma guerra sem vitoriosos pois o próprio amor não pode viver sozinho, ele precisa do outro amor para sobreviver, precisa de um amor que seja incondicional, que não exija e que aguarde o seu melhor momento.
O amor não foge buscando lá fora o que, por qualquer casualidade da vida não possa conseguir naquele exato momento, ele presencia, executa e sempre estará lá no dia seguinte. O amor não tira casquinha e se aproveita das oportunidades sem conseqüências.
O amor torto é somente uma visão distorcida da realidade, um lapso momentâneo da verdade ludibriada pela insanidade do momento.
Protegido neste meu santuário sano minhas feridas, mesmo sabendo que um dia proliferei tão ordinários golpes e estes golpes causaram incalculáveis danos.
Como Matheus já dizia: “Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”
Trato aqui no meu refugio o vazio que me envolve e reflito sem parar. Mas tenho a certeza de que o amor sincero pode  tudo superar...

sábado, 5 de novembro de 2011

COMO O DIABO GOSTA / ANTES DO FIM


COMO O DIABO GOSTA

Não quero regra nem nada
Tudo tá como o diabo gosta, tá,
Já tenho este peso, que me fere as costas,
e não vou, eu mesmo, atar minha mão.

O que transforma o velho no novo

bendito fruto do povo será.
E a única forma que pode ser norma
é nenhuma regra ter;
é nunca fazer nada que o mestre mandar.
Sempre desobedecer.
Nunca reverenciar.


ANTES DO FIM


Quero desejar, antes do fim,
pra mim e os meus amigos,
muito amor e tudo mais;
que fiquem sempre jovens
e tenham as mãos limpas
e aprendam o delírio com coisas reais.


Não tome cuidado.
Não tome cuidado comigo:
o canto foi aprovado
e Deus é seu amigo.
Não tome cuidado.
Não tome cuidado comigo,
que eu não sou perigoso:
- Viver é que é o grande perigo

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

MENINOS E MENINAS



Meninos E Meninas

Legião Urbana

Quero me encontrar, mas não sei onde estou
Vem comigo procurar algum lugar mais calmo
Longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita
Tenho quase certeza que eu não sou daqui
Acho que gosto de São Paulo
Gosto de São João
Gosto de São Francisco e São Sebastião
E eu gosto de meninos e meninas
Vai ver que é assim mesmo e vai ser assim pra sempre
Vai ficando complicado e ao mesmo tempo diferente
Estou cansado de bater e ninguém abrir
Você me deixou sentindo tanto frio
Não sei mais o que dizer
Te fiz comida, velei teu sono
Fui teu amigo, te levei comigo
E me diz: pra mim o que é que ficou?
Me deixa ver como viver é bom
Não é a vida como está, e sim as coisas como são
Você não quis tentar me ajudar
Então, a culpa é de quem? A culpa é de quem?
Eu canto em português errado
Acho que o imperfeito não participa do passado
Troco as pessoas
Troco os pronomes
Preciso de oxigênio, preciso ter amigos
Preciso ter dinheiro, preciso de carinho
Acho que te amava, agora acho que te odeio
São tudo pequenas coisas e tudo deve passar
Acho que gosto de São Paulo
E gosto de São João
Gosto de São Francisco e São Sebastião
E eu gosto de meninos e meninas

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Violeta de Outono, "Declínio de Maio"


PA' TI NO ESTOY

Que Dios te proteja en la celda de tu soledad...


"Pa' ti no estoy" interpretado por Rosana Arbelo. Del álbum "Rosana" (2001).

UM DOMINGO NO CAMPO

Domingo passado dei um passeio pelo campo junto com os meus cachorros em um lugar pertinho de casa, desfrutamos bastante da natureza, e na volta comemos um montão de frutas das arvores onde passamos...
Delicia...






sábado, 24 de setembro de 2011

Amanhã

Onde será que você estará agora?
Fico aqui de madrugada tentando não fazer muito caso às minhas dúvidas e medos...

A vida é assim, enquanto algumas pessoas desfrutam, outras trabalham... enquanto uns riem, outros choram... enquanto uns nascem outros morrem e assim o mundo se balanceia, segue adiante e não deixa prova alguma para o dia seguinte...

O pôr do sol  marca o começo de cada noite, que toma conta dos nossos corpos, as vezes cansados e as vezes sedentos... Noite que ludibria os corações e mentes nas suas horas de ócio...

O que importa é que amanha será um novo dia e novas batalhas começarão... Assim brindarei minha vitoria sobre as cabeças decapitadas dos meus inimigos pois sei que triunfarei hoje e sempre.

É inútil resistir...

Por do sol em Granada - España




sexta-feira, 23 de setembro de 2011

BOA NOITE


Vou para a minha cama novamente sozinho esta noite... Até que posso me acostumar com esta ideia, já fiz isso milhões de vezes...
Quando era jovem e tinha o mundo pela frente, sempre achava que estar com alguém era a coisa mais legal que poderia passar na vida da gente.
E isso aconteceu varias vezes; romances casuais, alguns com um pouquinho mais de paixão e promessas...

A unica coisa que realmente me deixa triste e desamparado é saber que hoje vou dormir sozinho, sem as palavras que me faz sentir em paz, palavras que fazem que tudo la fora seja sem importância...

Hoje durmo sem teu carinho... Custará um pouquinho mas dormirei... Espero que isso não se torne uma constante para que não tenhamos que buscar palavras de conforto em outros travesseiros...  

Sozinho na escuridão do meu quarto vejo a tua luz, que distante se apaga lentamente, levando-me a um destino que só as primeiras luzes do próximo dia me dirão...

Boa noite onde quer que estejas...



terça-feira, 20 de setembro de 2011

LUTADORES

Venho ligeiramente regredindo em tudo, aquela progressão esperada na minha vida agora mesmo não faz sentido algum.
A partir do momento que nascemos ( partimos deste exato momento pois é o momento da separação da nossa genitora), começamos o caminho que nos levará ao fim...
Quando falo da regressão, quero dizer que tudo que fizemos e lutamos, por um motivo ou outro, para mim foi em vão. Já passei a metade da minha expectativa de vida, trilhei caminhos que não me levaram à uma confortável posição e ainda por cima o corpo já não é aquele que estávamos acostumados.
Não quero dizer que me sinto incapaz de nada. Mantenho a forma física mas claro que agora, mais do que nunca, me custa muito mais fazer as coisas que fazia quando jovem...
Assim que tomar uma grande decisão requer muitíssimo esforço, esforço este que na verdade custa muito mais que qualquer feito anteriormente.

Será que basta ficar acomodado, venerando as coisas que conquistamos, dando graças as Deus pelo que conseguimos, mesmo sendo isso pouco?

Na vida precisamos ler as mensagens que passam pelas nossas caras, traduzindo quase que imediatamente oque isso significa e onde isso vai dar.
Confesso que por ser uma pessoa que com a minha estatura, cor de cabelo e porte físico, sempre me sobressaia perante às pessoas que me rodeavam, tive uma pequena ajuda em seguir adiante, contornando obstáculos e buscando o melhor para mim. Agora vejo que as coisas seguem assim mas em um nível mais complexo... Também o mundo se tornou um lugar mais difícil e competitivo... Temos que estar na crista da onda todo o tempo, senão a fila anda e você perde a tua vez.
Os sinais sempre estarão aí, uns mais fáceis e outros com um grau maior de dificuldade mas sempre estarão presentes para os olhos mais atentos.

Me dei conta, ha pouco tempo atras de que as minhas possibilidades de exito se esborracharam no chão, chegando a limites extremamente perigosos. basta notar que quando uma pessoa não é totalmente desejada por perto ela se torna quase invisível aos olhos públicos, você esta lá mas ao mesmo tempo não esta.

Melhor mesmo é aproveitar esta maré e esta falsa invisibilidade para recomeçar de novo, tentar montar aquele velho quebra cabeça que estava deixado de lado ha tempos atras e que ninguém dava valor e voltar a ser o que realmente eramos:  LUTADORES SEM FIM.

El Instante - Javier Saavedra Valdés



quinta-feira, 8 de setembro de 2011

MIRROR


Narciso tinha razão...

Temos que amar incondicionalmente a pessoa que reflete do espelho...

sábado, 3 de setembro de 2011

DR.JEKYLL AND MR.HYDE

Uma imagem vale por mil palavras... Quer dizer, neste caso 2.000, mil para cada uma...


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

BLANCO Y NEGRO

Barricada é uma banda de rock que leva mais anos no paronama roqueiro espanhol.






Veo todo en blanco y negro
el vaso acaba siendo amigo mudo
las mismas caras, los mismos gestos
amigo mudo.

Quiero ser más rápido que ellos
echar todo a perder, un día trás otro 
y un buen rato después saber llegar a casa
antes de que el sol me diga que es de dia.

Tengo tiempo para crecer , la ciudad parece distinta
durante horas puedo ser capaz
de emocionarme en estas calles y andar inmortal
aprendiendo cada esquina,
solo quiero ser más rápido que ellos 
echar todo a perder, un día trás otro 
y un buen rato después saber llegar a casa 
antes de que el sol me diga que es de dia.

Casi nunca se donde estoy
no me inportan los dias ni la dirección,
te preguntarás que coño hago aquí
dispuesto a buscar pelea si hace falta,
porque sé que es un baile salvaje
combate a mala cara
veo todo en blanco y negro, blanco y negro.

Sé que es un baile salvaje
combate a mala cara
veo todo en blanco y negro, blanco y negro.

Sólo quiero ser...

domingo, 21 de agosto de 2011

TRIANA - SÉ DE UN LUGAR


Abre tu corazón
que hoy vengo a buscarte 
amor.
Te llevaré a un lugar
donde broten las flores
amor.

Sé de Un Lugar de TRIANA.


quinta-feira, 11 de agosto de 2011

TODO


Adoro esta música da banda espanhola Pereza...



Todo
Pereza
Vuela, vuela, vuela conmigo,
Cuélate dentro dime chico,
Dame calor, sácame brillo,
Hazme el amor en nuestro nido.
No quiero nada, nada más,
Me sobra respirar.
Sube, sube, sube conmigo,
Déjalo todo, yo te cuido,
Ven a madrid, ten un descuido,
Haz cosas mientras yo te miro.
No tengo miedos, no tengo dudas,
Lo tengo muy claro ya.
Todo es tan de verdad
Que me acojono cuando pienso
En tus pequeñas dudas, y eso
Que si no te tengo reviento,
Quiero hacértelo muy lento.
Todo, todo, todo, todo,
Yo quiero contigo todo.
Poco, muy poco a poco, poco,
Que venga la magia y estemos
Solos, solos, solos, solos,
Yo quiero contigo sólo,
Solos rozándonos todo, sudando, cachondos,
Volviéndonos locos, teniendo cachorros,
Clavarnos los ojos, bebernos a morro.
Sueña, sueña, sueña conmigo,
Escríbeme luego un mensajito,
Dime hacia donde yo te sigo,
Si tu te tiras yo me tiro.
No tengo miedos, no tengo dudas
Lo tengo muy claro ya.
Todo es tan de verdad
Que me acojono cuando pienso
En tus pequeñas dudas, y eso
Que si no te tengo reviento,
Quiero hacértelo muy lento
Todo, todo, todo, todo,
Yo quiero contigo todo.
Poco, muy poco a poco, poco,
Que venga la magia y estemos
Solos, solos, solos, solos,
Yo quiero contigo sólo,
Poco muy poco a poco,
Que venga la magia y estemos
Solos rozándonos todo, sudando, cachondos,
Volviéndonos locos, teniendo cachorros,
Clavarnos los ojos, bebernos a morro.
Dame, que aún te queda, dame un poco más,
Dame que lo quiero todo.
Siento que cada vez más, tengo celos de todo.
Dame, que aún te llega y todo llegará,
Dámelo sólo a mi solo.
Siento que cada vez quiero más.
Todo, todo, todo, todo,
Yo quiero contigo todo.
Poco, muy poco a poco, poco,
Que venga la magia y estemos
Solos, solos, solos, solos,
Yo quiero contigo sólo,
Solos rozándonos todo, sudando, cachondos,
Volviéndonos locos, teniendo cachorros,
Clavarnos los ojos, bebernos a morro.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

ESCHER EM GRANADA



Tive o prazer de visitar a exibiçao do artista ESCHER em granada com o motivo do aniversario de 75 anos da sua visita a Granada onde fez com que ele encontrasse o rumo correto de onde queria seguir...
Valeu a pena...


 M.C. Escher Universos Infinitos  - Parque das Ciencias de Granada

29 de março 2011 - 8 de Janeiro de 2012

Escher visitou  Alhambra de Granada em duas ocasioes : em 1922 e em 1936. Esta segunda visita, que completa agora  75 anos, marcou um antes e um despois na obra deste genial holandés. Uma obra marcada por seu profundo interesse pelas matemáticas, arquitectura e a perspectiva.


Maurits Cornelis Escher (Leeuwarden, 17 de Junho de 1898 - Hilversum, 27 de Março de 1972)
Foi um artista gráfico holandês conhecido pelas suas xilogravuras, litografias e meios-tons (mezzotints), que tendem a representar construções impossíveis, preenchimento regular do plano, explorações do infinito e as metamorfoses - padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.

OBRA

Uma das principais contribuições da obra deste artista está em sua capacidade de gerar imagens com efeitos de ilusões de óptica. Foi numa visita à Alhambra, na Espanha, que o artista conheceu e se encantou pelos mosaicos que havia neste palácio de construção árabe. Escher achou muito interessante as formas como cada figura se entrelaçava a outra e se repetia, formando belos padrões geométricos. Este foi o ponto de partida para os seus trabalhos mais famosos, que consistiam no preenchimento regular do plano, normalmente utilizando imagens geométricas e não figurativas, como os árabes faziam por causa da sua religião muçulmana, que proíbe tais representações.
A partir de uma malha de polígonos, regulares ou não, Escher fazia mudanças, mas sem alterar a área do polígono original. Assim surgiam figuras de homens, peixes, aves, lagartos, todos envolvidos de tal forma que nenhum poderia mais se mexer. Tudo representado num plano bidimensional. Destacam-se também os trabalhos do artista que exploram o espaço. Escher brincava com o fato de ter que representar o espaço, que é tridimensional, num plano bidimensional, como a folha de papel. Com isto ele criava figuras impossíveis, representações distorcidas, paradoxos. Mais tarde ele foi considerado como um grande matemático geométrico.
  


                           









quarta-feira, 3 de agosto de 2011

November Rain


Rain on me...

November Rain

Guns N' Roses

Composição: Axl Rose


When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darling when I hold you
Don't you know I feel the same

'Cause nothing lasts forever
And we both know hearts can change
And it's hard to hold a candle
In the cold november rain

We've been through this such a long, long time
Just trying to kill the pain, oh yeah

But lovers always come
And lovers always go
An no one's really sure
Who's letting go today walking away

If I could take the time
To lay it on the line
I could rest my head
Just knowing that you were mine, all mine

So if you want to love me
Then darling don't refrain
Or I'll just end up walking
In the cold november rain

Do you need some time... on your own
Do you need some time... all alone
Everybody needs sometime... on their own
Don't you know you need sometime... all alone

I know it's hard to keep an open heart
When even friends seem out to harm you
But if you could heal a broken heart
Wouldn't time be out to charm you

Sometimes I need some time... on my own
Sometimes I need some time... all alone
Everybody needs some time... on their own
Don't you know you need some time... all alone

And when your fears subside
And shadows still remain
I know that you can love me
When there's no one left to blame

So nevermind the darkness
We still can find a way
'Cause nothing lasts forever
Even cold november rain

Don't ya think that you need somebody
Don't ya think that you need someone
Everybody needs somebody
You're not the only one
You're not the only one